Um Amor além da Amizade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Um Amor além da Amizade

Mensagem  maria17 em Dom Jun 24, 2012 8:57 pm

Naquele momento a última coisa que Paula queria era tomar chocolate quente e ainda mais com Letícia. Ela queria mesmo era tentar esquecer o que tanto a preocupava. Ela sabia que Letícia não tinha culpa de nada por isso resolveu aceitar o convite.

Pouco tempo depois lá estava ela entrando pelo seu quarto, linda como sempre, tinha um brilho nos olhos e já trazia o copo dela, o de Paula e uns vídeos pra se ocuparem.

Isso fez Paula um pouco feliz, afinal com o filme poderia não ter que conversar, poderia fingir que via o filme e assim relaxar.

Deitadas na cama uma do lado da outra, Letícia vidrada no filme Romeu & Julieta o preferido de ambas e Paula nervosa com a proximidade do corpo de Letícia. De repente Lê desliga a TV e:

(Letícia) – To precisando tirar uma dúvida e só sei que posso confiar em ti, já faz um tempinho que eu to meio preocupada com isso e ainda não tinha perguntado pra você porque tinha certo receio.

(Paula) – hummm, fala que eu sou toda ouvidos! E que besteira é essa, tu sabe que pode confiar em mim sem receio nenhum.

(Letícia) – sabe o que é! Nas férias do meio de ano que você viajou pra ver seu pai em Londres; mas num ri nem faz cara de assustada!

Eu estive acampando durante uns três dias e então tive uma experiência louca lá.

(Paula) – ai! Lê fala logo! Você está me deixando muito curiosa.

(Letícia) – ta bem. Estávamos lá brincando de verdade ou desafio e uma hora eu escolhi desafio, e então me mandaram beijar uma menina!

Paula levanta, põe as mãos na cintura e diz:

(Paula) – sério! Não acredito! Como você...!

(Letícia) – como você o que Paula? Não me recrimina hein! Puxa só te contei porque somos amigas não imaginei que fosse ter uma reação dessas.

(Paula) – calma! Calma! Eu quis dizer... Como você teve coragem, era isso que eu ia dizer.

Você gostou? O que você achou? Vai me fala logo que eu estou curiosa!

(Letícia) – nossa! Não imaginava que esse assunto te interessasse tanto. Eu gostei sim, é bem diferente, mais doce, mais cheio de ternura. Pra falar a verdade eu adorei e até gostaria de fazer de novo e é isso que ta me deixando confusa sabe, só que tem outra coisa.

Nessa hora Paula meio que curiosa e ansiosa vê Letícia se aproximando dela e com um olhar diferente, cheio de desejo e ansiedade. Paula não sabe o que fazer apenas fita seus olhos com os de Letícia e tenta entender o que eles têm pra lhe dizer, mas nesse momento os olhos castanhos de Letícia se tornam turvos e indecifráveis para Paula.

(Letícia) – eu sei que é loucura, mas me perdoa pelo que eu vou fazer agora.

E com um movimento sutil Letícia beija Paula, com um beijo cheio de intensidade e desejo, mas ao mesmo tempo com uma voluptuosa ternura. Paula não acredita, sentia-se confusa e ao mesmo tempo como se todos os seus desejos fossem realizados. Seus sentimentos pareciam mergulhar num turbilhão. Seu ciúme se aplacara, o desejo tomava conta de seu corpo, suas mãos procurando apoio, pois suas pernas estavam trêmulas e ela não conseguia compreender e nem resistir.

Letícia também estava atônita já havia beijado outra menina antes, mas o que ela estava sentindo ao beijar Paula era diferente, era como se estivesse flutuando. Não sentia o chão, sentia-se leve poderia até voar. Suas mãos suavam e seu coração batia e fundiam-se as batidas do de Paula.

De repente de fora do quarto ouve-se a voz de Dona Cecília as chamando.

(Cecília) – meninas! O filme já acabou? Vamos sair pra comer alguma coisa?

E como se estivessem acordando de um sonho elas se olharam e com um sorriso se abraçaram. Não sabiam muito bem o que tinha significado o que tinha acontecido a pouco e nem compreendiam todo aquele sentimento, mas sabiam o que sentiam e viam na expressão do olhar e na paixão do abraço.

(Paula) – ta mãe! A gente já esta descendo vou só trocar de roupa.

(Letícia) – pra que vai trocar de roupa? Você já está linda assim!
(Paula) – é só um pretexto pra eu ver se o que aconteceu aqui foi um sonho ou realidade.

E puxando Letícia pelo braço devagar Paula a beija novamente, agora com mais calma, curtindo cada segundo do beijo, Letícia a beija e caminha para a porta, a encosta na parede e tranca a porta e continuam num beijo cheio de paixão. Onde seus suspiros e respirações se afogam na boca das duas.

Já quase sem respiração as duas se largam e sorriem de felicidade uma pra outra, Paula pega sua bolsa e desce pra irem à pizzaria.

Descendo as escadas Paula e Letícia ainda sentiam o sabor do beijo que a pouco tiveram em seus lábios, seus corpos ainda sentem a adrenalina percorrendo cada espaço.

Paula ainda não tinha caído em si sobre tudo o que tinha acontecido, sentia suas mãos suadas ainda e o sabor do beijo de Letícia ainda estava na sua boca.

Durante o percurso até a pizzaria elas apenas se olhavam e riam, brincavam, tentando disfarçar o tremor de seus sentidos.

(Cecília) – é to vendo que um pouco da dose de Letícia na vida da minha filha faz bem! Essa menina parece que tinha visto fantasma e foi só você aparecer que tudo mudou!

(Letícia) – ah! Quer dizer que eu sou um santo remédio é?

maria17

Mensagens : 2
Data de inscrição : 24/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum